• Home
  • Empresa
  • Unidades de Negócio
  • Clientes
  • Notícias
  • Downloads
  • Contato
 

Notícias

Qualidade como Estratégia de Competitividade

711 leituras

Foi-se o tempo em que “Qualidade” era um termo específico, utilizado para caracterizar atributos de um produto, serviço ou situação. Em tempos modernos, qualidade passou a estar muito mais próxima de outros conceitos, quando não integrando os mesmos em sua nova amplitude. Hoje a qualidade está intrínseca ao objetivo organizacional, ao negócio, aos resultados e a sustentabilidade. Faz parte de tudo e de todos. Antes vista como um adicional desejável, hoje tornou-se fundamental.

Mas quando isto mudou de fato? Quando nós como consumidores, nos tornamos mais criteriosos e restritivos com o que consumimos. Este foi o grande mote, a mudança comportamental de consumo. Para as empresas que ainda não perceberam, a qualidade passou a ser fator estratégico, de competitividade e sobrevivência. Ela não está mais somente nos produtos ou serviços. Está no ar. Está na recepção das empresas, na infraestrutura, nos processos, nos relacionamentos, no posicionamento de mercado, no atendimento ao cliente, nos produtos e processos, nos passivos, na capacidade de inovação, na busca por tecnologia... ela está nos resultados. Era a época em que se falava de qualidade como adjetivo de um produto ou serviço. Hoje, empresas que não tiverem qualidade dentro de seu “rumo estratégico” devem rever seu planejamento e, principalmente, seu entendimento de mercado. É essencial que uma organização consiga vislumbrar mais que suas questões internas, entendendo que qualidade não é mais um adjetivo e sim o cotidiano, ditada pelo mercado e pelo cliente.

Para explicar melhor esta nova abordagem da qualidade, mais estratégica, na simplicidade e humildade que aqui cabem, e na oportunidade de ir-se além do conceito formal (que por sinal o meu preferido é o conceito de que “qualidade é o grau no qual atendemos expectativas”), qualidade pode ser vista sustentando três pilares que compõe a estrutura organizacional de uma empresa, sendo eles a estrutura de pessoas (quem é quem, quem faz o que), a estrutura dos processos (quais são nossos processos, seus fluxos, como eles interagem, quais suas diretrizes) e a estrutura de produtos (com quais métodos e técnicas nossos produtos são construídos e nossos serviços são entregues).

A nova NBR ISO 9001, na sua mais nova versão de 2015, traz muito do que precisamos para o sucesso de nossas organizações.... trabalha o contexto estratégico, o pensamento baseado em riscos, a liderança e o engajamento e mantém a já comprovada abordagem de processos, temas fundamentais para a nova abordagem da qualidade. A aplicação destes conceitos no contexto da qualidade nós dá novas ferramentas para superarmos os desafios do mercado, de sermos melhores do que os demais concorrentes... e não seria isto ser mais competitivo? Trabalhar qualidade como estratégia de competitividade deixou de ser diferencial, tornou-se essencial.

Everton José De Ros é Engenheiro Eletricista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), pós-graduado em nível de especialização em robótica industrial pelo Instituto Mihajlo Pupin (Iugoslávia), pós-graduado em nível de especialização em sistemas de automação pelo Instituto Omron (Japão), MBA em Gestão Empresarial pela FGV - Fundação Getúlio Vargas, formado em Consultoria Empresarial pelo CEEM - Centro de Ensino Empresarial. Concluiu recentemente, pela Universidade de Ohio (EUA), um Pós-MBA em Gestão de Negócios. Como destaque, foi vencedor do prêmio ABILUX de melhor invenção do ano, em 1995. Foi secretário de diversos comitês da ABNT para elaboração de normas para o setor de componentes e materiais elétricos. É professor da FGV nas disciplinas de "Planejando Estrategicamente uma Empresa" e "Negociações Avançadas" no curso de pós-graduação em administração. É auditor líder ISO 9001 pela MCG/Batalas (Inglaterra). Além disso, realizou vários cursos de extensão, desde técnicas de liderança, gerenciamento, marketing de guerra, qualidade total, ISO 9001, lead auditor ISO 9001, auditor ISO 17025, auditor ISO 14001, planejamento estratégico, análise de valor, engenharia focalizada, gestão de projetos e outros. Participa todo ano do Expomanagement da HSM, maior evento mundial em Gestão, como forma de atualização. Atuando no mercado brasileiro, adquiriu experiência e conhecimentos em diversas atividades, especialmente no ramo de projetos e fabricação de produtos, exercendo principalmente o cargo de gerente de engenharia, bem como sendo auditor líder de 3 organismos certificadores, aonde realizou mais de 600 auditorias de processos e produtos ao longo de 15 anos dedicados a esta função.

Atualmente tem desenvolvido atividades para várias renomadas empresas, elaborando e implantando Planejamento Estratégico e Sistemas de Gestão baseados em requisitos normativos, inclusive para certificação de produtos, além de exercer o cargo de Diretor Executivo da EJRos Brasil, empresa que já assessorou mais de 350 empresas em suas certificações e hoje é composta por seis unidades de negócios.

Por Everton J. De Ros
Diretor Executivo
EJRos Brasil

Voltar para notícias