EJRos Brasil
 

Objetivos

 
 
 

O pólo moveleiro da Serra Gaúcha vêm perdendo competitividade em nível nacional pois não consegue demonstrar a conformidade de seus produtos frente as exigências (laudos e/ou certificados) exigidos para participação em licitações ou concorrências, de vários tipos de empresas, públicas ou privadas. O problema maior é a falta de um laboratório regional capacitado e devidamente qualificado que possa responder com agilidade a demanda por ensaios de avaliação de conformidade dos produtos (mesas, estações de trabalho, armários, balcões, cadeiras, longarinas, etc).

Diferente do centro do país, que possui laboratórios qualificados e que conseguem entregar laudos para os fabricantes daquela região com certa agilidade, os fabricantes da Serra Gaúcha e do Sul do Brasil de forma geral, não conseguem ter agilidade em suas homologações, o que muitas vezes impossibilita sua participação em grandes oportunidades de venda de mobiliário corporativo, privando assim o seu crescimento, geração de empregos, fortalecimento do setor e da própria região.